RÁDIO WEB MACAPARANA

sexta-feira, 8 de julho de 2016

Serasa permite consulta gratuita e completa do CPF pela internet!


O consumidor poderá ver todos os seus débitos e ter informações sobre os credores, como telefone, endereço, e-mail, site, o valor do débito e qual a data de vencimento da dívida.


A partir desta sexta-feira (8) os consumidores podem consultar se o CPF está regularizado no site SerasaConsumidor ou no aplicativo de mesmo nome. O serviço é gratuito e, através dele, o consumidor pode descobrir qual é o débito pendente.

Ele também terá informações sobre os credores, como telefone, endereço, e-mail, site, o valor do débito e qual a sua data de vencimento. O consumidor poderá renegociar a dívida através do serviço Limpa Nome Online, também da Serasa e gratuito, ou diretamente com o credor.

Além de consultar o CPF, também é possível fazer a abertura do Cadastro Positivo, que apresenta o histórico de pagamento do cidadão para acompanhar a pontualidade do pagamento de parcelas vencidas e acompanhar o risco de superendividamento. O cidadão também pode alertar sobre documentos e cheques roubados no portal.

Para ter acesso, basta criar uma conta ou fazer o login, caso já tenha registro, no site ou aplicativo. Por enquanto, o aplicativo está disponível apenas para Android.

Consulte a situação do seu CPF, é fácil e grátis! 

Visite... SerasaConsumidor

terça-feira, 5 de julho de 2016

IRMÃOS PROCURAM PAI E/OU FAMÍLIA PATERNA EM MACAPARANA!




Estamos à procura em Macaparana por JOSÉ MARCELO LOURENÇO DA SILVA; ADELINO LOURENÇO DA SILVA e/ou LINDALVA ALVES DA SILVA. Pai e avós paterno (respectivamente) de AMAURILIO LOURENÇO DA SILVA, nascido às 04:20 horas, no dia 01 de janeiro de 1989, no Hospital e Maternidade João Paulo II, em Osasco-SP e de THIAGO LOURENÇO DA SILVA, no dia 18 de março de 1991.

O pai [Adelino Lourenço da Silva] á natural de Macaparana/PE, viajou para São Paulo e conheceu Isabel Cristina Silva, natural de Quijingue na Bahia. Essa relação gerou AMAURILIO e THIAGO (hoje com 27 e 25 anos, respectivamente); em uma viagem da família para Macaparana, Dona Lindalva Alves da Silva, pediu para ficar com os netos, porém dona Isabel com receio de nunca mais ver os filhos voltou para Quijingue, pouco tempo depois deixou seus filhos aos cuidados de uma irmã e voltou para São Paulo, manteve contato com sua irmã durante 01 (um) ano, depois desse tempo não entrou em contato!

Qualquer informação, favor entrar em contato com à Rádio Web Macaparana!

(81) 99703-0897 / 99593-0724 / 99174-3253

IRACI MINERVINA PROCURA MARIA MINERVINA EM MACAPARANA/PE!




Seus pais [Manoel Alexandre da Silva e Minervina Maria da Conceição], ambos já falecidos! Iraci Minervina (hoje com 67 anos), sua irmã Maria Minervina (75 anos), Maria é esposa de Natanael Sérgio [já falecido] e mãe de Cleide! 





Iraci perdeu contato com sua irmã a aproximadamente 44 anos, após o falecimento de seus pais!


Qualquer informação, favor entrar em contato com à Rádio Web Macaparana!

(81) 99703-0897 / 99593-0724 / 99174-3253

domingo, 26 de junho de 2016

Perdeu o emprego? Veja se empreender é a solução!

Desempregados, muitos brasileiros cogitam abrir seu próprio negócio. Mas será que o cenário é favorável para o empreendedorismo e você tem perfil para isso?
A economia brasileira não está em sua melhor fase. Muito pelo contrário: estamos passando pela maior recessão desde o início dos anos 90 e o forte aumento do desemprego já é uma realidade para muitos. De acordo com o IBGE, a taxa de desemprego avançou mais de dois pontos percentuais ao longo do ano passado, o que significa que cerca de 1,7 milhão de pessoas estavam à procura de um emprego no final de 2015, montante 42,5 por cento maior do que no ano de 2014. E, juntamente com o desemprego, vem outra preocupação: a dificuldade de se recolocar no mercado, algo que atualmente tem demorado uma média de oito meses para acontecer, segundo dados do SPC Brasil.

Neste cenário econômico, será que usar as economias, ou até mesmo a rescisão, para apostar em um negócio próprio é uma boa alternativa? Ou seria melhor investir em bicos e trabalhos temporários até conseguir uma recolocação no mercado? “Estar desempregado certamente afeta o nosso equilíbrio e autoestima, mas é também uma adversidade que nos força a refletir sobre como podemos transformar crise em oportunidade”, avalia André Luiz Dametto, coach de carreiras na ALD Consultoria.

Durante esta reflexão, muitos avaliam se possuem o perfil para empreender, encarando o desemprego como o incentivo que faltava para, enfim, abrir aquele negócio com o qual sempre sonharam. O especialista, no entanto, alerta: “mpreender não é uma ‘tábua de salvação’ e sim uma vontade de construir algo, embasada em muito trabalho e planejamento”. Já para  Renato Simon, sócio da Latin American Angels Society (LAAS), empresa que viabiliza investimentos em Startups no Brasil e América Latina, o momento pode ser bom, sim. “Obviamente a situação atual do país não está favorável para negócios, mas o que importa é o potencial do mercado brasileiro que é muito grande e, por esse motivo, continua atraindo os investimentos externos. Acredito, então, que é um ótimo momento para o planejamento da abertura de negócios, principalmente se considerarmos negócios com recursos pré-operacionais reduzidos”, avalia. Em outras palavras, ideias que não exijam muitas despesas com produtos, mão de obra e desenvolvimento anteriores a abertura do negócio são bem-vindas.

O principal, frente o desemprego, é refletir sobre o que queremos para o nosso futuro e nossa carreira. “Na hora de fazer alguma mudança profissional, o primeiro passo é sempre uma tomada de consciência das suas vocações e propósitos, para assim definir um plano de carreira consistente, seja buscando uma recolocação ou se arriscando num negócio próprio”, explica o especialista. Nesta matéria, ajudamos você a descobrir se tem perfil para empreender e como o fazê-lo. E, caso opte por se recolocar no mercado, apontamos caminhos e ideias para ser bem-sucedido neste objetivo.

DESCUBRA SE TEM O PERFIL EMPREENDEDOR

Sabe aquela vontade de sempre inovar que você tinha na antiga empresa? Talvez seja um sinal de que você tem o perfil certo para arriscar. “Mais do que um perfil, o empreendedorismo é um conjunto de atitudes”,  explica André. Segundo pesquisa da Endeavor, as cinco atitudes fundamentais do empreendedor são: otimismo, autoconfiança, coragem, protagonismo e persistência. Para saber se você tem o perfil empreendedor, faça o check list elaborador por Roberto Navarro, CEO do Instituto Coaching Financeiro.

– Possui iniciativa e está sempre em busca de oportunidades;
– Está disposto a correr riscos calculados;
– É persistente;
– Está sempre em busca de novas informações;
– Estabelece metas pessoais sempre;
– Realiza planejamento de quase tudo
– Tem uma excelente rede de contatos.

Assinalou quatro ou mais das características? Talvez seja hora de empreender! Veja abaixo o que considerar ao montar seu próprio negócio.

DECIDIU EMPREENDER? ENTÃO DECIDA SEU OBJETIVO E ALINHE EXPECTATIVAS

Se você acredita que é hora de empreender, agora é preciso decidir o que fazer e como fazer:

1 – Liste tudo que você tem afinidade: vendas, comida, entretenimento, administração, loja virtual… Entre tudo que vem à sua cabeça, o que te agradaria fazer? “Não tente buscar algo que te falaram que dá dinheiro, mas que você não gosta porque, assim, logo seu trabalho vai virar uma tortura”, aconselha Leonardo Bastos, Coordenador de Ciências Econômicas e Gestão de Recursos Humanos do Centro Universitário Newton Paiva, de Belo Horizonte.

2 – Depois, pegue sua lista de afinidades e avalie o mercado. “ Não adianta gostar do que faz, mas o mercado não consumir o que você pretende oferecer”, aconselha Leonardo. Para te ajudar a descobrir o que o mercado procura, vá a internet. Pesquise qual negócio tem feito mais sucesso com o público, que tipo de empresa tem dado certo e quais franquias são mais procuradas. Como já mostramos aqui no Portal Meu Bolso Feliz, é possível encontrar franquias que pedem um investimento inicial de R$6 mil a R$10 mil. Para fazer essa pesquisa, algumas boas fontes são: a revista Pequenas Empresas Grandes Negócios e a Associação Brasileira de Franchising que sempre trazem dados sobre o tema. Além disso, inclua nas suas buscas e leituras informações sobre o tema do negócio no qual pretende investir, buscando sites, livros e revistas especializados no assunto em questão. No site do Sebrae você encontra um manual que te ajuda a elaborar uma pesquisa de mercado e decidir se o que você quer fazer tem futuro.

3 – Com esses dois passos decididos, leve sua ideia adiante. Quanto precisarei para dar início? Como vou gerir esse negócio? Vou precisar de ajuda? Com esta pesquisa em mãos, veja a viabilidade do negócio e comece analisar suas finanças. “Você precisa ter em mente quanto precisará investir nesse negócio e se tem esse dinheiro para isso”, explica Leonardo.

4 – Invista tempo, atenção e suor no planejamento. “Falta de planejamento financeiro e de conhecimento técnico são os dois principais fatores de fracasso no empreendedorismo”, finaliza Leonardo. 

5 – Construa uma boa base financeira. Com tudo em mente, é preciso organizar suas finanças pessoais e o dinheiro que precisará ter guardado para se manter enquanto o negócio não decola. “A ideia é que um novo negócio demora para “pegar” e começar a dar dinheiro. O empreendedor precisa ter uma reserva para conseguir viver enquanto o negócio não gera lucro”, explica Marcela Kawauti, economista do SPC Brasil. Faça um levantamento de todas as suas dívidas, caso elas existam. Afinal, não adianta querer investir em um novo negócio, com certo grau de risco, se está pagando parcelas de algo em aberto. Quitar dívidas vem antes de abrir um negócio! “Num segundo momento, faça uma profunda análise de seus atuais compromissos financeiros de forma a eliminar tudo que entendemos como supérfluo neste momento. Como, por exemplo, TV a cabo ou um plano de celular incompatível com o atual momento”, aconselha Leonardo. Após este momento de cortes, o total de seus gastos deve ser inferior a parcela do seguro desemprego ou do dinheiro que você reservou mensalmente para sobreviver.

VAI VOLTAR PARA O MERCADO? ENTÃO TENHA PACIÊNCIA E NÃO FIQUE PARADO

Se você leu a matéria até aqui e acha que não tem o perfil empreendedor, fique tranquilo: a maioria das pessoas precisa e prefere uma estabilidade que trabalho fixo oferece.  “Se você não tem o perfil ou estrutura financeira para começar um novo negócio, se reorganize para voltar ao mercado com tranquilidade e sem desespero”, aconselha Leonardo. Mesmo porque, dessa maneira, você consegue se organizar com mais calma, tem mais tempo para colocar as ideias em ordem e pode usar o dinheiro da rescisão para conseguir um fôlego extra e  procurar algo que realmente te interesse.

Para isso, vale tomar algumas medidas que, até certo ponto, são as mesmas de quem vai empreender. Entre elas, estão o passo 1, 2 e 3 do tópico acima: construa a base financeira atual. “Quando você vai encarar um momento como esse é importante se organizar financeiramente para viver com menos, pelo menos por um tempo”, explica José Vignoli, educador financeiro do Portal Meu Bolso Feliz. Depois, invista em você: para se recolocar no mercado é preciso pesquisar empresas que estão procurando, atualizar seu currículo e ir atrás do que quer. Para isso:

– Invista em cursos de capacitação e leia muito sobre sua área de atuação. Há inclusive sites com cursos gratuitos e que podem ser realizados online. Um deles é o Coursera, site com diversas opções de cursos online;
– Ative sua rede de contatos e comunique que está em busca de novos desafios;
– Pesquise empresas nas quais gostaria de trabalhar e procure contatos no RH dessas empresas. Normalmente, no campo “trabalhe conosco” você já consegue entrar em contato com as pessoas certas. Outro caminho é procurar por profissionais de Recursos Humanos no Linkedin e mandar uma mensagem;
– Atualize seu LinkedIn e, caso ainda não tenha uma conta, inscreva-se na rede social. “Muitas companhias estão recrutando profissionais usando o LinkedIn, é definitivamente uma recomendação ter pelo menos um perfil bem montado na rede social”, diz Leonardo;
– Pesquise sites que apresentam vagas de trabalho, como o Vagas, o Site Nacional de Empregos (Sine), o Indeed e o Curriculum.

INVISTA EM BICOS COMPLEMENTARES

Quando o desemprego bate à porta, o importante é não ficar parado! Assim, juntamente com o envio de currículos, ativação de contatos e busca por oportunidades, recomenda-se investir seu tempo – e talento! – em bicos e atividades complementares. Pode ser algo completamente diferente do que está habituado , quem sabe até algo que faça de casa. Por exemplo, quem ama cachorros, pode virar dog walker (passeador de cachorros); se gosta de fotografia e tem uma boa máquina, ofereça-se para fotografar eventos de amigos e colegas. Opções como garçom de buffet, recepcionista de evento e monitor infantil também são boas alternativas, que exigem dedicação parcial e pouca experiência. Além disso, dependendo dos seus talentos, você pode cozinhar ou fazer doces para fora, dar aulas de reforço para estudantes, oferecer-se como treinador de algum esporte, etc. O site Busca Bico ajuda na tarefa de achar algo interessante para você. Outra plataforma de contratação é o Get Ninjas. Mesmo que temporário, esse trabalho permitirá que supere essa fase com mais tranquilidade.

sexta-feira, 8 de abril de 2016

Divulgue sua banda (ou grupo), É GRÁTIS!

Você que é cantor(a), produtor(a), empresário(a), tem uma banda, precisa divulgar seu trabalho musical, banda, grupo ou dupla... Aqui temos uma excelente oportunidade!

www.radiowebmacaparana.com.br

Mostre o seu talento, o primeiro passo é garantir seu espaço!

41.000 ouvintes conectados!


Curta nossa página no Facebook...


Telefone... (81) 99703-0897 (WhatsApp)

*Quantidade de ouvintes referente ao período de 01 de fevereiro de 2016 a 07 de abril de 2016!